Dieta anti-inflamatória

Author Google Plus - Dicas dieta

Categoria:

alimentos-antiinflamatorios

Os remédios anti-inflamatórios são conhecidos por tratar de inflamações, que são reações do nosso organismo às infecções. No entanto existem algumas contraindicação e possíveis efeitos colaterais. Mas você sabia que é possível utilizar alimentos em vez de remédios para prevenir inflamações? Não seria interessante? É exatamente isso te propomos hoje: uma dieta anti-inflamatória. A idéia é usar alimentos que aumentem as defesas do seu organismo e assim, te protegendo de doenças.

Tenha mais saúde e evite doenças com os alimentos certos

Os alimentos anti-inflamatórios aumentam a nossa imunidade através de algumas substâncias que têm a capacidade de aumentar a liberação de hormônios que inibem ou até mesmo bloqueiam a ação inflamatória para reparar uma lesão.Algumas dessas substâncias são o ácido graxo ômega 3, a alicina, a antocianina e a vitamina C. Por outro lado, existem alimentos que aumentam as inflamações em nosso organismo como as carnes gordurosas, o açúcar em excesso, o fast-food e as guloseimas.

Antes de iniciar a dieta anti-inflamatória, deve-se consultar um médico e um nutricionista para saber quais são os alimentos indicados e para montar um cardápio individualizado, que privilegie as necessidades do seu organismo exclusivamente.

alimentos_anti_inflamatorios1

Entre os alimentos com ação anti-inflamatória estão:

Peixes de água fria e profunda: fontes de proteína e de ômega 3. Exemplos: salmão, atum, arenque, sardinha, cavalinha, entre outros;
Hortaliças verde-escuras: são ricas em nutrientes que combatem a inflamação e os radicais livres. Exemplos: espinafre, rúcula, brócolis, agrião, escarola e couve;
Hortaliças alaranjadas: são fontes de betacaroteno, um excelente antioxidante. Exemplos: cenoura e abóbora;
Frutas: as cítricas são fontes de vitamina C, que agem como antioxidante. As vermelhas, além da ação antioxidante, agem também contra a inflamação;
Castanhas: castanhas de caju, castanha-do-pará, amêndoas e nozes são alimentos ricos em selênio, que atua como antioxidante, além de possuírem boas gorduras;
Sementes integrais: são fontes de fibras, vitaminas e minerais. Exemplos: linhaça, gergelim, gérmen de trigo (ação protetora contra a poluição), quinua (excelente fonte de proteínas e gorduras boas);

Alimentos que devem ser evitados

Assim como há os alimentos anti-inflamatórios, também há aqueles considerados pró-inflamatórios, que devem ser evitados ou consumidos com moderação.

Alimentos ricos em ômega-6: como os óleos vegetais de soja, de algodão, de milho e de girassol;
Cereais refinados: como pão francês, massas, arroz polido, bolachas de água de sal ou de maisena, fubá e bolo simples;
Carnes suínas e bovinas gordas
Embutidos: como salsicha, linguiça e salame;
Outros alimentos: Leites e derivados integrais como queijos amarelos, requeijão, creme de leite e manteiga; Refrigerantes, bebidas alcoólicas e frituras.

Os produtos industrializados são grandes vilões no desenvolvimento da inflamação devido aos diversos corantes, conservantes, aromatizantes, flavorizantes e tantas outras substâncias químicas que possuem.


Comentários via Facebook


Comentários no site

Somente os comentários no site que terão revisão dos administradores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas
Tags
Copyright © 2013-2017 Dicas Dieta - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Templateparawordpress.com